PAIXÃO É COMO VULCÃO... OK
PAIXÃO É COMO VULCÃO... OK

 As imagens usadas neste site foram tiradas da net sem autoria das mesmas.

Caso alguém conheça o autor das imagens, agradeceremos se nos for comunicado,

para que possamos conferir os devidos créditos.

Grata<>Maju

  

Em nuvens macias de algodão, deitado, a fronte cansada repousei,

 à espera da mulher que tanto amei!

 A mente já era cansada, à espera da amada...

 

 O Sol qual farol acesso a despontar,

 marcava o ponto que iríamos nos encontrar...

 De dia, a esperança de verde tinge o meu despertar...

 À noite, estrelas piscam e mostram o rumo que eu devo tomar...

  São dias e noites tão longas e sem fim...

 

Por que amor, demoras tanto assim?

 Se o ponto para o encontro marcado, foi há muito combinado?

 Seria no nascente, no marco da Lua crescente...

 O Cruzeiro do Sul e as Três Marias à frente!

 

 Naquele dia bem sei, em ti confiei...

 Me adiantei e de ti me separei; na frente seguiria e te esperaria!

 Tudo planejado. No dia marcado, tudo foi consumado...

Agora espero angustiado, tê-la ao meu lado...

 

 Lembra? Foi um Pacto de Amor com tanto ardor...

 Pedíamos à Luz do Luar,

 que uma força criasse e nos ajudasse,

 para que juntos partíssemos e não desistíssemos!

 Tudo aí deixar, para aqui nos amar!

 

 Sei: foi um ato de loucura!

Mas o amor, sempre procura uma forma de amar...

Um lugar para se encontrar!

 Sofrer de amor é uma grande dor!

 É um fogo que queima sem cessar!

 È uma chama que custa a apagar!...

 Vem amor, sentir este calor...

 

 Estava eu contigo a sonhar,

 quando de repente à minha frente, uma forte voz se faz...

 E minha ilusão nas nuvens se desfaz!

 

 Fostes louca, inconseqüente!

Não sabias que somente um amor vais encontrar,

 se à Terra de novo voltar?

 Um carma adquiristes, quando de lá partistes!

 Este amor desatinado foi lá mesmo desatado!

 Não era esta a amada a ti predestinada.

 O que Queimou-te o Coração não foi Amor; foi Paixão!

  

Paixão é como um vulcão...

 Explode e acaba em convulsão!...

 

Amor é de verdade; é para toda a eternidade!

 Saibas irmão: de lá só sais com permissão...

A meta é traçada e estudada!

 Os dias contados, analisados!

Tudo com exatidão...

 Fizeram um Pacto em Vão!

 

 Levanta! A voz dizia! “Você sabia”... Ela não te pertencia...

 A voz era complacente, mas falava solenemente...

 Tua amada já partiu. Para longe te ti, seguiu...

 De lá somente segue quem consegue sua missão completar...

 E muito amor doar...

 

 Ouve! O Sol vai nascer, a Lua crescer,

 mas sua amada não vai aparecer...

 Segue tua sina! Teu guia te ensina...

Aqui onde estás só vai ficar quem seu carma queimar...

 

 Espere... Não desespere; olhe quem está a te acenar!

 Ela está a partir, de ti vai despedir, para em outra vida te servir...

 Num gesto de amor, deixou o Senhor,

 que ela voltasse e o encaminhasse...

 A uma nova vida o levasse; a um lugar aprazível o deixasse...

 Mas voltasse e sua missão completasse!

 

È a Lei irmão! Lei Intangível...

 Só a nós compreensível...

Só terminada a missão, tens permissão deste amor encontrar...

 Outra está a te esperar...

 

Segue: Nova Vida vá enfrentar; o compromisso terminar...

 Vais sofrer se aqui permanecer!

 Só ao terminar sua missão,

libertos estarão para selarem esta união!

  

Lívio, um Anjo Poeta

 Psicografia: Maju

 Copyrightmaju<>Todos os Direitos Reservados.

 LIVRO DE VISITAS<<>>ASINAR@LER

POESIA ANTERIOR         NOVA POESIA