OH MUSA DA MINHA RUA... OK
OH MUSA DA MINHA RUA... OK

 As imagens usadas neste site foram tiradas da net sem autoria das mesmas.

Caso alguém conheça o autor das imagens, agradeceremos se nos for comunicado,

para que possamos conferir os devidos créditos.

Grata<>Maju

 

  Ó Minha Eterna,

Pego da pena para te escrever...

 

Oh, Musa da minha rua, neste instante,

A destra percorre os caminhos insinuantes do teu corpo!

 

Te desnudo querida,

Ao lançar-te ao vivo pela pena, com tintas coloridas.

Teu alvo busto coberto de renda, brancas como a neve,

Que escuta o teu soluçar, arfante de desejos...

 

Sei que sois minha apesar de seres tocadas,

Por esses macios tecidos, mas sofro...

Em tuas negras madeixas, quantas vezes descansei

E solucei, implorando um beijo teu...

 

OH Amor da minha vida, que tinges de carmim,

Sonetos por ti feitos à Luz do Luar,

Refletindo em tuas cartas, pedaços da tua alma!

Partes agora para distante de mim e beijo saudoso as tuas pegadas...

 

Acaricio o Caminho que percorrestes envolto em ardente desejo...

Em cada flor sinto o teu perfume, em cada arbusto vejo o teu perfil,

E em cada curva da Estrada a tua Alma...

Partes para outro te Amar? Nunca...

 

Saibas que me levarás contigo e,

em cada beijo que receberes aí estarei...

Quando fores desejada, estarei vigilante

e nunca te deixarei ver em outro ser, a não ser este,

O Teu Eterno Amante...

 

Lívio, um Anjo Poeta 

  Psicografia: Maju

Copyright Maju<> Todos os Direitos Reservados...

 LIVRO DE VISITAS <> ASSINAR@LER

POESIA ANTERIOR        NOVA POESIA